pedreiro 1 750x410 - Pedreiro Bangu RJ

Pedreiro Bangu RJ

Pedreiro Bangu RJ (21) 98930-0292 Whatsapp, agende uma visita agora mesmo e contrate aqui um profissional qualificado na sua região desse ramo a mais de 20 anos.

>(21) 98930-0292 (Ligar Agora)<

entre em contato com a empresa de dedetização rj

Pedreiro Profissional Ivan

Porque contratar um pedreiro em Bangu RJ? É a maneira mais prática e correta de resolver quando o assunto é obra, construções, manutenções ou reparos.

Entre em contato com a gente agora mesmo, faça o seu orçamento via telefone, Whatsapp ou se preferir um agendamento no local.

Serviços de Pedreiro

Contrate agora um pedreiro em Bangu RJ, nós somos com toda humildade uns dos melhores profissionais da sua região.

Pedreiro em Bangu – Rio de Janeiro

Trabalhamos com fundação, reformas, pintura, alvenaria, encanamentos, emboços, telhados, colocação de pisos e porcelanatos, elétrica, hidráulica, obras e construções em geral.

Obrigado por visitar a nossa página de pedreiro em Bangu RJ, lembre sempre!

O nosso melhor cliente é você!


Pedreiro é o profissional que constrói ou reveste muros, paredes, escadas, vigas, lajes, tectos, telhados, chaminés, etc., em edifícios, infraestruturas de saneamento e outras obras de construção geralmente orientado pelo engenheiro ou Mestre de obras, utilizando materiais tais como a rocha ou pedra, o tijolo, a telha, o mosaico e o azulejo, o adobe, o cimento, a argamassa, a cal, o gesso e o betão e como ferramentas o escopro (ou cinzel) e o martelo, a picareta, a colher de pedreiro, a trolha, as réguas e esquadros, o compasso, o fio de prumo (ou prumo) e o nível de bolha (ou nível), entre outras.

Em Portugal, o pedreiro é por vezes chamado trolha, palavra que significa, em geral, ajudante ou servente de pedreiro, mas também se pode referir ao operário que reboca ou caia paredes e assenta telhados ou ainda à ferramenta com que o pedreiro assenta a argamassa.


Em 1893 é iniciada a construção da Vila Operária, com 95 casas na rua que seria denominada Rua Estevão. (atual Avenida Cônego de Vasconcelos). No ano de 1901, O professor Timóteo Ribeiro de Andrade cria o primeiro grupo escolar em sua residência que foi chamado de Ribeiro de Andrade. Dois anos depois, em 1903, o professor Jacinto Alcides também leciona em sua residência na Rua do Comércio, que mais tarde receberá o seu nome. Ainda no mesmo ano é fundado o Grupo Carnavalesco Flor de Lira.

Em 1904, um grupo de operários ingleses e brasileiros fundou o The Bangu Athletic Club, em 17 de abril. No ano seguinte é também fundado, por operários, o Esperança Football Club, que disputou o Campeonato Carioca de Futebol de 1924, pela LMDT.[10] No mesmo ano, foi também inaugurada pela Fábrica Bangu uma escola para os filhos dos operários denominada Presidente Rodrigues Alves, em 30 de junho, tendo sido seu primeiro diretor o Professor Jacintho Alcides.

Em 2 de fevereiro de 1907 é fundado o Grêmio Philomático Rui Barbosa, uma casa de cultura, com sede numa casa da Vila Operária na esquina da Rua Estevão com a Estrada Rio-São Paulo (Av. Cônego de Vasconcelos com Rua Francisco Real). É inaugurado no dia 1° de maio o prédio que abrigará a Sociedade Musical Progresso do Bangu que passa a chamar-se Casino Bangu. O prédio é o do n° 127 da Rua Estevão (atual Av. Cônego de Vasconcelos).

Em 1908 são criados o Curato de Bangu e a Paróquia de São Sebastião e Santa Cecília. Em 1909, no dia 9 de março, foi criado o Grupo Carnavalesco Prazer das Morenas.[11] Em 1910 foi oficialmente inaugurada, a 10 de março, a Igreja de São Sebastião e Santa Cecília.[12] Na missa inaugural estiveram presentes o Comendador Costa Pereira, Presidente da Fábrica Bangu, e sua esposa que doaram a imagem de Nossa Senhora, que foi colocada no centro do altar. Também é inaugurada no Marco 6 A Igreja Evangélica Brasileira, no ano de 1923.

Em 1916, em virtude da guerra na Europa surgem algumas dificuldades com a navegação marítima que traz matéria-prima para a fábrica No ano seguinte, a Escola Presidente Rodrigues Alves é doada à Prefeitura do Distrito Federal e passa a chamar-se Martins Junior. Em 1919, é inaugurada a Igreja Evangélica na Rua Silva Cardoso.

Os irmãos Rugiero fecham o Cinema Recreio e inauguram o cinema Bangú na Rua Estevão, no ano de 1920. No mesmo ano são ainda iangurados alguns centros espíritas: Luz e Amor, na Rua Silva Cardoso; Pedro de Alcântara, na Rua Ribeiro Dantas; João Batista na Estrada do Engenho. Também é inaugurada a Ação Cristã Vicente Moreti, na Rua Maravilha.

Em 1925 é inaugurado o Grêmio Literário Rui Barbosa em Substituição ao Grêmio Philométrico. Em 1932, a 17 de abril, é inaugurada a Igreja Presbiteriana de Bangu, na Rua Júlio César.No ano de 1933, com uma subestação inaugurada na Rua Progresso, atual Rangel Pestana, a Light passa a distribuir energia elétrica em Bangu. No mesmo ano é ainda criado o Ceres Futebol Clube, com sede e campo na Rua da Chita.

Em 1935 foi inaugurada a Agência da Caixa Econômica em prédio doado pela Fábrica na esquina da Rua Fonseca com Francisco Real.

No ano de 1937, a 15 de novembro, é fundado o Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos de Bangu.[13] Um ano depois, chega a Bangu o presidente Getúlio Vargas para inaugurar o Centro de Saúde e Hospital Almeida Magalhães para tratamento de tuberculose, construído em terreno doado pela Fábrica. O presidente também inaugurou uma placa de bronze no Centro de Saúde na Rua Silva Cardoso, n° 145.

Em 1942 é inaugurada a Escola do SENAI, hoje Colégio Leopoldina da Silveira, em prédio doado pela Fábrica, na Rua da Feira. Começa então a construção dos núcleos residenciais para os operários e 114 casas já estão construídas. Em janeiro de 1945 é inaugurada a Igreja São Lourenço, na Av. Ministro Ary Franco. Dois anos depois, em 23 de setembro de 1947, foi inaugurado o Centro Espírita Prece aos Sofredores, passando mais tarde a ter sua sede na Rua dos Tintureiros.

Em 22 de setembro de 1949 foi inaugurada a Obra de Assistência a Infância de Bangu idealizada pelo Dr. Antônio Gonçalves da Silva, na Rua Silva Cardoso, e em 1951, o Ginásio Daltro Santos. Em 14 de fevereiro de 1968 é fundada a Associação Comercial e Industrial da Região de Bangu – ACIRB. Em 15 de outubro do ano seguinte é fundado o Lions Clube Bangu.

Outras inaugurações foram: 1979, do Fórum na Rua Silva Cardoso; 1983: Monumento dos Pracinhas, na Praça da Fé. 1991 (22 de abril) o Calçadão na Av. Cônego de Vasconcelos; o CIEP Célia Martins Mena Barreto em junho; 1994, Centro Cultural da Região de Bangu (24 de maio), com sede na Rua Silva Cardoso; CIEP Dr. Guilherme da Silveira, no Jardim Bangu, em outubro; a nova agência do Banerj, em 7 de novembro, no calçadão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *