Pedreiro Pedra de Guaratiba RJ

Pedreiro Pedra de Guaratiba RJ agende uma visita agora mesmo e contrate aqui um profissional qualificado na sua região desse ramo a mais de 12 anos.

whatsapp da empresa de dedetização no rio de janeiro 300x88 - Pedreiro Pedra de Guaratiba RJ

Fazemos todos os tipos de obras ou construções, mão de obra especializada em fino acabamento.

Além disso, fazemos também esgotos, hidráulica, piscinas, sumidouro, contra piso, emboço, restruturação, fachada, alvenaria, bloco a vista, pintura, porcelanato.

Aceitamos débito a vista e crédito em até 12 vezes

pedreiro que aceita cartao de credito 300x80 - Pedreiro Pedra de Guaratiba RJ
Sujeito a aceitação ou não de algumas bandeiras

Também fazemos a instalação de porcelanatos, cerâmicas e serviços de obras em geral.

Porque contratar um pedreiro em Pedra de Guaratiba RJ? É a maneira mais prática e correta de resolver quando o assunto é obra, construções, manutenções ou reparos.

Entre em contato com a gente agora mesmo, faça o seu orçamento via telefone, Whatsapp ou se preferir um agendamento no local.

mão de obra de pedreiro 300x200 - Pedreiro Pedra de Guaratiba RJ

Contrate agora um pedreiro em Pedra de Guaratiba RJ, nós somos com toda humildade uns dos melhores profissionais da sua região.

Pedreiro em Pedra de Guaratiba – Rio de Janeiro

Trabalhamos com fundação, reformas, pintura, alvenaria, encanamentos, emboços, telhados, colocação de pisos e porcelanatos, elétrica, hidráulica, obras e construções em geral.

Obrigado por visitar a nossa página de pedreiro em Pedra de Guaratiba RJ, lembre sempre!

O nosso melhor cliente é você!


Pedreiro é o profissional que constrói ou reveste muros, paredes, escadas, vigas, lajes, tectos, telhados, chaminés, etc., em edifícios, infraestruturas de saneamento e outras obras de construção geralmente orientado pelo engenheiro ou Mestre de obras, utilizando materiais tais como a rocha ou pedra, o tijolo, a telha, o mosaico e o azulejo, o adobe, o cimento, a argamassa, a cal, o gesso e o betão e como ferramentas o escopro (ou cinzel) e o martelo, a picareta, a colher de pedreiro, a trolha, as réguas e esquadros, o compasso, o fio de prumo (ou prumo) e o nível de bolha (ou nível), entre outras.

Em Portugal, o pedreiro é por vezes chamado trolha, palavra que significa, em geral, ajudante ou servente de pedreiro, mas também se pode referir ao operário que reboca ou caia paredes e assenta telhados ou ainda à ferramenta com que o pedreiro assenta a argamassa.


A denominação “Pedra de Guaratiba” teve sua origem na partilha das terras da região de Barra de Guaratiba pelos herdeiros do seu primeiro donatário, o português Manoel Velloso Espinha.

Com a morte de Manoel Velloso Espinha, seus dois filhos Jerônimo Velloso Cubas e Manoel Espinha Filho herdaram a Freguesia de Guaratiba. Através de mútuo consentimento, resolveram dividir entre eles as terras herdadas do pai, ficando Jerônimo com a parte norte e Manoel com a parte Leste, tendo o Rio Piraquê como marco divisório.

Jerônimo Velloso Cubas, não tendo herdeiros, pela lei foi forçado a doar sua parte à Província Carmelitana Fluminense, uma congregação religiosa de frades da Ordem do Carmo. A congregação carmelita de posse religiosa das terras, fez construir diversas benfeitoras entre as quais, igreja, noviciato e um engenho.

No engenho, havia uma grande produção de açúcar, rapadura e um vasto canavial, proporcionando, dessa forma, um rápido desenvolvimento à região, em cuja área surgiu a Fazenda da Pedra, região hoje denominada Pedra de Guaratiba.

Num passado recente, Pedra de Guaratiba se destacou por ser grande produtora de pescado, sendo visitada por pessoas atraídas por seus restaurantes especializados em frutos do mar. Hoje, a atividade pesqueira declinou devido à grande poluição que vitimiza a baía. Se destacam no bairro a Igreja Nossa Senhora do Desterro, de 1626, sendo a quarta igreja mais antiga da cidade, construída à beira-mar e tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, a Igreja Nossa Senhora do Desterro, Igreja São Pedro, Colônia dos Pescadores, a Fundação Xuxa Meneghel, Praça do Rodo, Polo da Pedra. Abrigo Evangélico, Arena Cultural Abelardo Barbosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *